Notícias e Publicações

As Indicações Geográficas e a pandemia

Kasznar Leonardos 15/02/2021

Por Daniel Rodrigues
 
A pandemia não apenas provocou uma enorme crise sanitária em nosso país, mas também uma crise econômica sem precedentes. E, por conta disso, muitas empresas, fornecedores e produtores tiveram que se readaptar, buscar a criatividade e outros meios de gerar lucro para sobrevivência de seus negócios e de sua região.
 
O registro de Indicação Geográfica se tornou um meio estratégico importante para o mundo dos negócios e, ao mesmo tempo, fortaleceu e valorizou a região de onde o produto ou serviço é feito. Conforme definição que consta no próprio site do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Governo Federal*, o registro de Indicação Geográfica é conferido a produtos ou serviços que são característicos do seu local de origem, o que lhes atribui reputação, valor intrínseco e identidade própria. São produtos que apresentam uma qualidade única em função de recursos naturais como solo, vegetação, clima e saber fazer (know-how).
 
Para ler o artigo na íntegra, acesse o site: As indicações geográficas e a pandemia | JOTA Info.

BUSCAR

Siga-nos no Facebook